A primazia do poeta

As PREFERENCIAS DO POETA (numa ressignificação simples do título) é sem dúvida alguma a perspicuidade da alma e pensamentos do autor. Ler cada poema é suplantar o “poeta” que cada um tem dentro de si, e se intercomunicar com o mundo e visões do autor, nos levando a uma experiência de deleito e lassidão física e mental. Uma obra de grande beleza, uma demasiada leitura de bons poemas, um arrojo para nossa alma. Finalizo com uma frase do escritor americano Edgar Allan Poe, que reflete o que essa obra realmente significa. “DEFINO A POESIA DAS PALAVRAS COMO A CRIAÇÃO RÍTMICA DA BELEZA. O SEU ÚNICO JUIZ É O GOSTO”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *