Remontando a fontes pouco conhecidas, o autor reconstitui o percurso que, desde a modernização pedagógica promovida no século XVIII em Portugal e suas colônias, passando pelo programa oitocentista brasileiro de criar um sistema escolar nacional próprio, conduziu ao estado atual do cultivo da língua inglesa no nosso País. Roberto Acízelo de Souza O estudo de Luiz Eduardo é de grande valor para essa área onde existem poucos e parcos estudos, e espero que seja seguido por outras pesquisas.