Práxis descolada e linguagens: por caminhos críticos, decoloniais e translíngues

As escolas brasileiras são espaços importantes de luta pela justiça social. […] O pensamento decolonial tornou-se uma arma importante nessa luta, tanto para o desenvolvimento de novas propostas de ensino quanto para o de novas formas de se entender a escola em sua relação com uma sociedade desigual. A contribuição dessa abordagem fica evidente nas páginas do presente volume, Práxis descolada e linguagens: por caminhos críticos, decoloniais e translíngues, que mostra o valor do diálogo constante entre as experiências de sala de aula, as reflexões sobre os sentidos produzidos nesse espaço bem como a participação nos movimentos intelectuais, sociais e políticos capazes de enfrentar as opressões […].

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *