Memórias da Educação Física na Escola: Cartas de Professoras

Quais são as suas memórias da educação física na escola? Neste livro, aventurei-me numa escrita narrativa pautada no gênero carta para dialogar com as cartas sobre memórias da educação física escolar escritas por professoras que foram alunas do Proesf – um curso de Pedagogia da Faculdade de Educação da Unicamp. As cartas das alunas-professoras do Proesf contam histórias de cada uma delas com a educação física na escola, além das muitas outras experiências que as atravessam e habitam. Cartas que narram histórias de mulheres comuns – como eu, como vocês –, que ora se aproximam, ora se distanciam, todas elas num movimento complexo de rememoração que é incessantemente atravessado pelos afetos que constituíram suas experiências com a educação do corpo na escola e, por que não dizer, com a escola na educação do corpo. Cartas que permitem às alunas-professoras darem formas a si mesmas e que nos conduzem ao que essas formas do corpo narram… Os enunciados presentes nas cartas circulam sentidos que se enredam na “cadeia da comunicação discursiva”, como nos ensina Mikhail Bakhtin. Sentidos esses que tento apreender nos durantes do processo investigativo, deixando-me impregnar por eles enquanto almejo entrar em diálogo com as suas histórias e experiências. Nesse processo, vou deparando-me com acontecimentos, emoções, sentimentos, saberes, reflexões e, nesse encontro, vou tecendo fios, ligando experiências que são ao mesmo tempo pessoais e coletivas, singulares e plurais. Convido-as(os) a adentrar nessa “cadeia”, não para nos encarcerarmos, mas para compartilharmos e produzirmos sentidos outros nessa potente interlocução que, inspirada em Paulo Freire, se pretende amorosa e ética.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *