O menino que corria atrás das notícias

A busca por um pacote caído do céu no balneário Rondinha Velha. Foi assim que começou, lá pelos anos 50, o interesse do menino Mário pelas notícias, naquele tempo impressas no vespertino Folha da Tarde, jornal tabloide da Cia. Caldas Júnior. A procura no meio do junco, vegetação que sobrevivia àquela aridez e à areia fina da praia, era a diversão da garotada. Um pequeno avião percorria o imenso retão do litoral gaúcho, sobrevoava o terreno em frente ao hotel e descarregava sua preciosa carga de informação. Era o sinal para a correria e a disputa para ver quem chegava primeiro ao pacote do jornal que seria vendido no final do dia aos hóspedes e veranistas. Era a brincadeira da meninada, mas também, premonitoriamente, a primeira corrida do Mário Medaglia atrás das notícias nos seus 50 anos de jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *