Folclore: socialismo no povo

Um livro impossível de ser concebido. Essa é a sua melhor qualidade – por querer amalgamar Karl Marx, a ciência da revolução proletária, com Luís da Câmara Cascudo, a ciência da tradição popular. Por ciência da tradição popular entendemos o que é dito e transmitido boca a boca pelo povo. Sem isso o marxismo aqui fica no tinteiro, não se realiza como força material. Da mandioca ao ouvido do morto. Ninguém amou tanto o povo brasileiro quanto o mestre potiguar. Desembarcando na Praça XV, Karl Marx iria direto para a Biblioteca Nacional ler os livros de Luís da Câmara Cascudo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *