Gêneros Textuais-Discursivos no Estudo de Processos de Variação e Mudança

Neste livro, ratificando a ideia já amplamente difundida (e, hoje, considerada mais apropriada) de que essa perspectiva bipartida pode dificultar uma visão holística dos fatos da língua, adotamos uma visão mais integrativa, por meio de uma proposta que contemple os gêneros como práticas sociais e textual-discursivas, avaliando-os a partir de propósitos comunicativos, estrutura organizacional e estilo, e a partir dos valores e significados ideológicos subjacentes ao texto. Em outras palavras, tanto a compreensão da estrutura/organização de um texto que materializa determinado gênero quanto a compreensão dos significados do(s) discurso(s) por trás desse mesmo texto têm o mesmo peso de significância. Isso explica o rótulo escolhido para abarcar todos os materiais linguísticos concretos investigados nos estudos apresentados ao longo deste volume: gêneros textuais-discursivos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *