O Neuromarketing e a Hipervulnerabilidade dos Consumidores

Na sociedade de consumo, os fornecedores, percebendo a insuficiência do marketing para compreender amplamente as perspectivas do comportamento do consumidor, começaram a investir no neuromarketing, ferramenta que parte da análise do sistema cerebral humano para desenvolver estratégias que estimulem de forma multissensorial os indivíduos e influenciem na decisão final de compra, o que potencializa a sua fragilidade. O objetivo desta obra é compreender os aspectos gerais, a origem, as características e as estratégias deste instrumento, bem como analisar a hipervulnerabilidade dos sujeitos diante desse fenômeno e examinar as normas constitucionais, legais e autorregulamentares brasileiras relacionadas ao tema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *