A Mediação Familiar e a sua Aplicabilidade à Síndrome de Alienação Parental

O termo alienação parental é corrente na sociedade atual, infelizmente. A síndrome derivada do termo resume-se essencialmente a prática de atos de um genitor com o objetivo de afastar o filho do convívio com o outro, criando uma relação exclusiva de afeto com a criança. Essa prática instala marcas profundas de abandono, dor e ódio em diferentes graus, gerando inúmeros impactos negativos, e por vezes irreversíveis, na vida dos envolvidos. Esta obra, conduzida a partir da legislação portuguesa e alinhada ao direito comparado, busca apresentar uma solução apropriada para estes casos, defendendo como medida cabível os métodos de resolução alternativa de conflitos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *